Comunicação estratégica

Crise pode ser boa? Aumenta visibilidade, vendas e até resultados?

Rosângela Florczak | Sócia Diretora da Verity Consultoria Tenho ouvido de forma recorrente quem defenda que as crises, mesmo as bem mal administradas, acabam ajudando a dar visibilidade para marcas e organizações. Muitas vezes acho que são apenas aqueles gestores que têm uma visão mais conservadora e não se dispõem a gastar energia pra resolver… Continuar lendo Crise pode ser boa? Aumenta visibilidade, vendas e até resultados?

Comunicação estratégica

Como gerenciar crises de reputação nas mídias sociais?

Rosângela Florczak | Professora e Consultora Todos os dias, um incontável número de marcas vê sua reputação ameaçada nas mídias sociais. A lógica de conversação do ambiente digital entra em colisão com a gestão analógica da comunicação corporativa que ainda prevalece nas organizações e resulta em prejuízos reputacionais. Responder e dialogar com quem publica críticas,… Continuar lendo Como gerenciar crises de reputação nas mídias sociais?

Comunicação estratégica

Executivos enfrentam desafio urgente de desenvolver novas competências

O retrato de um executivo perfeito do século 20 envolvia, entre muitas características, duas essenciais: a capacidade de lidar com os números das muitas planilhas de controle que marcavam o cotidiano da gestão, e a imprescindível discrição para manter sigilo e proteger as informações da empresa. Pois bem, o século 21 chegou e mudou a… Continuar lendo Executivos enfrentam desafio urgente de desenvolver novas competências

Comunicação estratégica

Vozes lúcidas precisam encarar o diálogo para minimizar a barbárie nas redes sociais

Gosto de pensar a ambiência digital que toma conta de nossas vidas como um território sem lei. Uma espécie de Velho Oeste Norte-Americano, no qual as armas disparam antes mesmo de um reconhecimento cuidadoso do oponente ou das situação de perigo. Nas redes sociais, que midiatizam o nosso cotidiano, antes mesmo de uma leitura minuciosa… Continuar lendo Vozes lúcidas precisam encarar o diálogo para minimizar a barbárie nas redes sociais